Apresentação

  • O Parque Natural da Arrábida (16.521 ha) assenta num pequeno maciço calcário que cai sobre o mar em falésias de grande porte - o Píncaro, no topo da serra do Risco atinge 400 m de altitude - a sugerirem uma muralha diante do Atlântico recortada por pequenas enseadas e escondendo pequenas nesgas de areia.

    O coberto vegetal caracteriza-se pela presença de associações florísticas mediterrânicas com destaque para o maquis - sub-bosque da antiga floresta - e a garrigue - matagal baixo - que representam um conjunto botânico relevante. Nas encostas abrigadas viradas a sul o maquis adquire aspeto arbóreo originando as matas - Vidal, Solitário, Mata Coberta (todas Reserva Integral - acesso apenas para determinados fins e com autorização prévia).

    Numerosa e variada flora e fauna marinhas escondem-se na Reserva Marinha adjacente.

    Ocupação humana atestada por vestígios pré-históricos, o sedutor convento da Arrábida, assentos de lavoura e conjuntos de arquitetura erudita e popular.

    Queijo de Azeitão, moscatel de Setúbal e mel da Arrábida são outros tantos sabores a acrescentar aos muitos que a serra oferece. Soberbas vistas sobre o mar e uma pequena enseada decalcada de um bilhete postal, o Portinho, completam um quadro de grande valor paisagístico.

  • Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P. (ICNF, I.P.)

  • Montanha

  • Lisboa e Vale do Tejo

  • Palmela

    Sesimbra

    Setúbal

  • Acesso a partir de:

    - Setúbal, poderá entrar nesta área protegida, pela N10-4, em direção à praia de Albarquel;

    - Palmela, siga pela N379 em direção a Sesimbra, passar por Vila Nogueira de Azeitão (N10) e Aldeia de Irmãos, e seguir pela n379-1 na indicação “Arrábida”;

    - Sesimbra em direção ao cabo Espichel pela N379, poderá aceder ao extremo ocidental da área protegida.

  • Sim

  • A Arrábida é serra, mas também é mar, que pode ser melhor compreendido no Museu Oceanográfico, perto do belo Portinho que convida a uns banhos de mar e sol. É queijo e tortas e vinho e azeite… São as escarpas voltadas ao mar, as orquídeas e os conventos onde os frades procuravam a salvação na natureza. É o grito de Sebastião da Gama que ainda ecoa: “Salvem a Arrábida”. Recomenda-se que visite o Museu Oceanográfico (Portinho), onde poderá encontrar informação disponível sobre a área.

    Tenha sempre em atenção as previsões meteorológicas e evite realizar atividades em dias em que se preveja a ocorrência de chuva, trovoadas e nevoeiros. Evite ir sozinho(a), mas, se o fizer, informe alguém conhecido ou alguma entidade local da sua partida e do seu regresso. Opte por vestuário e calçado simples e confortável. Caso pretenda fazer grandes caminhadas previna-se com agasalhos, alimentos, água, protetor solar e/ou impermeável. Poderá munir-se também de telemóvel e lanterna (não faça fogo nem deite para o chão beatas acesas). Se quiser aproveitar as praias não se esqueça do fato de banho. Tome precauções especiais quando caminha em zonas húmidas e rochosas, para evitar quedas e não pratique atos que coloquem em risco a sua segurança ou a dos outros. Tenha em atenção que, sendo uma zona calcária, em alguns locais existem cavidades, por vezes muito fundas e pouco visíveis, pelo que não deve sair dos trilhos e caminhos existentes.

    Caso ocorra algum acidente ou imprevisto contacte o serviço de emergência 112.

  • O Parque possui sinalética informativa e direcional em toda a sua área.

  • Não

  • Sim

    Atividades e visitas escolares mediante marcação prévia.

  • PTCON0010 Arrábida / Espichel

    PTZPE0050 Cabo Espichel

  • Monumento Natural da Pedra da Mua

    Monumento Natural dos Lagosteiros

    Sítio Classificado da Gruta do Zambujal

  • <p>
	Visite a pitoresca vila de Palmela, de onde se destaca o seu castelo e a vista para a pen&iacute;nsula de Set&uacute;bal.</p>

    Visite a pitoresca vila de Palmela, de onde se destaca o seu castelo e a vista para a península de Setúbal.

Condições Atmosféricas

Condições Atmosféricas em Parque Natural da Arrábida :

O que pode fazer

1. Visite o Museu Oceanográfico no forte de Santa Maria e descubra os segredos do mar fronteiro.

2. Na época da floração, visite a serra da Arrábida percorrendo um dos percursos pedestres estabelecidos.

1. Refresque-se nas águas do Portinho.

2. Não perca uma ida ao Convento da Arrábida e faça-se ermitão por uma tarde.

1. Dê vida aos dinossáurios na Pedra da Mua, Lagosteiros e Pedreira do Avelino.

2. Visite as estações arqueológicas do Creiro e de Chibanes.

1. Suba aos miradouros - dos Conventos, das Antenas e da Santa ou Arremula - e rode 360º entre terra e mar.

2. Vá ao Espichel em dia de mar agitado e sinta a grandeza do oceano.

Época aconselhada: Todo o ano

Contatos

Parque Natural da Arrábida (Sede) 

Praça da República

2900-587 SETÚBAL

Telefone: (00351) 265 541 140

E-mail: pnarr@icnf.pt

MAPA

; ;