Apresentação

  • A serra da Estrela, pela sua massa e altitude é a principal montanha de Portugal Continental. Elemento maior da Cordilheira Central nela se situa a Torre com 1991 m de altitude. O Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE), com 88.850 ha, alberga uma paisagem variada: lagoas e pastagens de altitude, turfeiras, carvalhais e castinçais, áreas de mato e de floresta de produção.

    Presença de granitos e xistos, inúmeros vestígios da última glaciação, nascente do Mondego, Alva e Zêzere, verdadeiro castelo de água a dominar as Beiras e assento de variadas facetas climáticas.

    Vegetação influenciada por três tipos de clima – Mediterrânico, Atlântico e Continental - distribuindo-se por 3 andares altitudinais: basal; intermédio; e superior.

    A fauna do PNSE inclui grande número de mamíferos e aves, salientando-se pela sua importância e diversidade os pequenos répteis e anfíbios com espécies endémicas como a Lagartixa-de-montanha.

    Povoamento essencialmente periférico com alguns casais isolados e interessantes exemplos de arquitetura popular.

    A serra é solar do “cão da serra da Estrela”, da “ovelha da serra da Estrela”, raça ovina com grande aptidão leiteira, e do famoso “queijo da serra da Estrela”, ex-libris da gastronomia regional.

  • Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P. (ICNF, I.P.)

  • Montanha

  • Centro

  • Celorico da Beira

    Covilhã

    Gouveia

    Guarda

    Manteigas

    Seia

  • Acesso a partir de:

    - Viseu, pelo IP5 até Celorico da Beira ou saindo no Nó 22 de Mangualde seguir pela N232 até Gouveia;

    - Coimbra seguir pelo IP3 em direção a Viseu, saindo para o IC12 até Nelas e prosseguindo pela N231 até Seia;

    - Castelo Branco, utilizar a A23 saindo no Nó 30 para a Covilhã ou no Nó 35 para a Guarda.

  • Sim

  • Um cristal de gelo a refletir episódios passados e águas presentes simboliza o PNSE. Visite o Parque Natural no inverno em dia de neve, recriando no seu espírito os dias da última glaciação.

     

    Para observar a fauna, saia de manhã cedo ou um pouco antes do entardecer. Se tiver, leve binóculos e máquina fotográfica.

    Tenha sempre em atenção as previsões meteorológicas e evite realizar atividades em dias em que se preveja a ocorrência de chuva, trovoadas e nevoeiros. Se estiver nevoeiro não deve programar visitas nas zonas mais elevadas e isoladas.

    Numa montanha como a Estrela, a altitude com a rarefação do ar, o frio, a neve, o gelo e os nevoeiros constituem fatores de dificuldade que devem ser levados com atenção. Devido à altitude, a insolação é muito forte podendo provocar golpes de calor ou queimadoras solares. Previna-se!

    No Planalto Central, acima dos 1500 m, de dezembro a maio, o solo encontra-se, frequentemente, coberto de neve, pelo que se deve ter em atenção, as recomendações da Autoridade Nacional de Proteção Civil, evitando desagradáveis contratempos, tanto nas estradas como nos caminhos. Assim, no Planalto Central, a época ideal para visitas é de maio a outubro. Evite ir sozinho(a) para a montanha, mas, se o fizer, informe alguém conhecido ou alguma entidade local da sua partida e do seu regresso. Opte por vestuário e calçado simples e confortável. Previna-se com agasalhos, alimentos, água, protetor solar e/ou impermeável. Poderá munir-se também de telemóvel e lanterna (não faça fogo nem deite para o chão beatas acesas).Tome precauções especiais quando caminha em zonas húmidas e rochosas, para evitar quedas e não pratique atos que coloquem em risco a sua segurança ou a dos outros. Tenha em atenção que em alguns locais existem minas, pelo que não deve sair dos trilhos e caminhos existentes.

    Em caso de acidente ou imprevisto contacte o serviço de emergência 112.

  • O Parque possui sinalética informativa e direcional em toda a sua área.

  • Não

  • Não

  • Sitio RAMSAR: – Planalto superior da serra da Estrela e parte superior do rio Zêzere Reserva Biogenética (Conselho da Europa).

  • <p>
	Guarda: a mais alta cidade de Portugal e, de acordo com a tradi&ccedil;&atilde;o, forte, farta, fria, fiel e formosa. N&atilde;o deixe de visitar a emblem&aacute;tica S&eacute; da Guarda. (<a href="http://www.mun-guarda.pt" target="_blank" title="Saber mais">Saber mais</a>)</p>

    Guarda: a mais alta cidade de Portugal e, de acordo com a tradição, forte, farta, fria, fiel e formosa. Não deixe de visitar a emblemática Sé da Guarda. (Saber mais)

  • <p>
	Covilh&atilde;: cidade associada &agrave; ind&uacute;stria da l&atilde; desde tempos medievais, pitoresca cidade alcandorada nas faldas da serra da Estrela e excelente ponto de observa&ccedil;&atilde;o da Cova da Beira. (<a href="http://www.cm-covilha.pt" target="_blank" title="Saber mais">Saber mais</a>).</p>

    Covilhã: cidade associada à indústria da lã desde tempos medievais, pitoresca cidade alcandorada nas faldas da serra da Estrela e excelente ponto de observação da Cova da Beira. (Saber mais).

Condições Atmosféricas

Condições Atmosféricas em Parque Natural da Serra da Estrela :

O que pode fazer

1. Percorra a pé a montanha por trilhos marcados e balizados, observando os cervunais floridos.

1. Visite lagoas em sítios recônditos, com águas puras e cristalinas.

1. Observe e fotografe a mutação das cores da vegetação, nomeadamente no souto do concelho em Manteigas.

1. Entre dezembro e maio, a queda de neve faz do Planalto Central e dos seus monumentos graníticos, uma inolvidável excursão.

Época aconselhada: Todo o ano

Contatos

Parque Natural da Serra da Estrela (Sede) 

Rua 1º de Maio

6260-101 MANTEIGAS

Telefone: (00351) 275 980 060

E-mail: pnse@icnf.pt

MAPA

 

PNSE / Seia (Delegação) 

Praça da República, 28

6270-496 SEIA

; ;