• A aldeia de Colmeal, que na realidade já não existe, dá o nome à freguesia constituída pelos lugares de Bizarril, Luzelos e Milheiro, no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo. É um local que merece uma visita, não apenas pela paisagem e pelo património edificado, mas pelos episódios que lá ocorreram e qua a transformaram numa aldeia fantasma.

    Caso único nos anais da justiça portuguesa, os habitantes do lugar de Colmeal foram despejados por ordem do tribunal em 1957, após anos de batalhas jurídicas. Na base do conflito, estava a falta de pagamento da renda por parte do feitor à proprietária das terras. Por sua vez, este defendia-se com a falta de pagamentos dos habitantes de aldeia, subarrendatários, que se diziam incapazes de suportar o valor elevado das rendas. O processo haveria de terminar de uma forma violenta, em julho de 1957,com a GNR a expulsar de casa as trezes famílias que lá habitavam, que se viram obrigadas a recomeçar a vida nas aldeias vizinhas.

    Colmeal permaneceu, durante quase seis décadas, uma aldeia abandonada. Nas suas ruínas destacava-se, pelo brasão de armas e pelo traçado arquitetónico, a casa dos Cabrais, família de Pedro Alvares Cabral, cuja mãe era filha do Alcaide de Castelo Rodrigo.

    Atualmente, a aldeia de Colmeal – ou Quinta do Colmeal, como foi considerada após o despejo – é um empreendimento turístico. As ruas, os caminhos e largos, entretanto considerados espaços públicos, foram recuperados e foram feitas obras de consolidação na igreja e cemitério.

  • Norte

  • Figueira de Castelo Rodrigo

  • Parque Natural do Douro Internacional

  • Sim

  •  Acesso a Colmeal a partir de:

    - Porto -  A4 IP2, EN222 e EN332;

    - Lisboa -  A1, A23, A25 e EN221.

     

    GPS: 40.855488, -7.015469

     

  • Interesse Municipal (IM) - Despacho de dezembro de 1985

  • Turístico

  • Rural

  • Privada

  • -

  • -